menu
close_24px

SROI: como calcular o impacto social do seu investimento

O SROI (Social Return on Investment) é uma métrica que pode ser utilizada por empresas que buscam calcular o impacto social gerado pelo seu investimento. Neste artigo, você vai entender melhor como ela funciona, como calcular e quais as vantagens de adorar esse indicador em suas análises. 

Por que sua empresa deve medir o impacto social

  1. Gera credibilidade para a empresa: medir e demonstrar o impacto social não apenas fortalece a reputação da empresa, mas também pode ajudar a atrair e reter talentos, conquistar a lealdade dos clientes e aumentar a confiança dos investidores.
  2. Direciona recursos com assertividade: com dados concretos sobre o retorno social gerado por suas iniciativas, as empresas podem identificar quais programas e projetos estão produzindo os melhores resultados e direcionar recursos para onde têm o maior impacto.
  3. Identifica oportunidades de melhoria: Ao analisar os resultados alcançados pelo investimento social, as empresas são capazes identificar áreas onde podem melhorar suas estratégias, incluindo ajustes nos programas existentes, o desenvolvimento de novas iniciativas ou parcerias com outras organizações.

O que é o SROI (Social Return on Investment)

O SROI (Social Return on Investment) é uma métrica de análise financeira que permite medir o retorno sobre o investimento social em projetos sociais, ela adota uma abordagem quantitativa e avalia a relação entre o custo do investimento e o impacto social gerado.

Em outras palavras, o SROI fornece uma visão tangível do impacto que uma iniciativa social está gerando, o que facilita a comparação entre diferentes projetos e a tomada de decisões informadas sobre a distribuição de recursos.

Saiba como selecionar projetos através de um edital, neste artigo. 

Como calcular o SROI

O cálculo do SROI (Social Return on Investment) envolve uma análise financeira que compara o retorno social gerado por um investimento social com o custo desse investimento

A fórmula básica para calcular o SROI é a seguinte:

SROI = (Valor social total – Custo do projeto) / Custo do projeto

​Ou seja, o SROI é calculado subtraindo o custo do projeto do valor social total gerado e, em seguida, dividindo o resultado pelo custo do projeto.

Exemplo de aplicação da fórmula:

Vamos considerar um exemplo para ilustrar como calcular o SROI:

Uma empresa investe R$100.000,00 em um projeto social para melhorar a qualidade da educação em uma comunidade em vulnerabilidade social. Após um ano, o projeto resulta em uma melhoria significativa no desempenho escolar dos alunos, reduzindo a taxa de evasão escolar e aumentando o número de alunos que se formam no ensino médio e ingressam na universidade. O valor social total gerado pelo projeto é estimado em R$250.000,00.

Agora, vamos calcular o SROI usando a fórmula:

SROI = (250.000,00 – 100.000,00) : 100.000,00

SROI: 150.000,00 : 100.000,00

SROI – 1,5

Isso significa que, para cada R$1,00 investido no projeto, a sociedade recebe R$1,50 em retorno social. Em outras palavras, o projeto gera um retorno social positivo de 50% sobre o investimento inicial.

Dica da Bússola Social

Durante a análise do resultado do SROI lembre-se de considerar as características de cada projeto e os objetivos estratégicos do investidor. O SROI não deve ser considerado como o único indicador de sucesso de um projeto, mas sim como uma ferramenta para orientar a tomada de decisões e aprimorar a efetividade do investimento.

Leia mais sobre investimento social neste artigo!

Como a Bússola Social facilita o investimento social

A plataforma da Bússola Social permite que empresas investidoras realizem a gestão de um edital e o monitoramento contínuo dos projetos apoiados, gerando facilidade, organização, transparência e controle em todas as etapas, através das seguintes funcionalidades.

  • Inscrição de projetos: possibilita que a instituição proponente se cadastre na plataforma da Bússola Social, anexe os documentos necessários, elabore o projeto diretamente no sistema
  • Fluxo de seleção: receba e examine os projetos inscritos em um processo seletivo com etapas personalizadas.
  • Avaliação de projetos: avalie os projetos dando uma nota, fazendo um checklist ou um parecer único.
  • Mapa de projetos:  visualize projetos recebidos e selecionados por região, área de atuação, tamanho das organizações, entre outros. 
  • Monitoramento: acompanhe todos os projetos apoiados através de informações como projetos em realização, ações planejadas, ações executadas, ações atrasadas, percentual de evolução, resultados esperados, desempenho, entre outras. 
  • Relatórios: gere relatórios contendo status do projeto, ações realizadas, relato da realização, fotos enviadas, entre outras. 
  • Prestação de contas: acesse valores previstos, repassados, executados de forma atualizada em todos os editais e projetos apoiados. 

Ficou interessado? Fale com a gente!